Ações da Braskem disparam após empresa firmar Acordo de Leniência

Ontem (15/12), um dia depois que foi divulgado que a petroquímica Braskem (empresa controlada pelo grupo Odebrecht) havia celebrado Acordo de Leniência com o Ministério Público Federal (MPF), no âmbito da Operação Lava Jato, as ações da companhia dispararam até 5,05%, a R$ 34,71, na abertura do pregão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Pelo termos acordados com o MPF, a companhia pagará às autoridades competentes, a título de multa e indenização, o valor total de aproximadamente US$ 957 milhões, equivalentes a aproximadamente R$ 3,1 bilhões. O montante é 11,7% do valor de mercado da companhia hoje, que está em R$ 26,3 bilhões, segundo dados da BM&FBovespa.

Dentre os fatores que explicam o movimento favorável, os analistas apontam a maior regulação que será experimentada pela empresa, uma vez que Acordo de Leniência prevê que a companhia será acompanhada por auditores externos por um período de tempo indeterminado, além de ser obrigada a fortalecer seu sistema interno de Compliance.

(Fontes: MPF, Bovespa, Infomoney)

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.